50 Grandes Jogos: PlayStation (PS1)

Por Redação Arena |

compartilhe

Tamanho do texto

Resident Evil, Tomb Raider, Metal Gear Solid... relembre os jogos do primeiro console da Sony que marcaram os anos 90

Alundra (Matrix Software/Sony, 1997).. Foto: ReproduçãoApe Escape (Sony Computer Entertainment, 1999). Foto: ReproduçãoBloody Roar 2 (Hudson Soft, 1999). Foto: ReproduçãoBrave Fencer Musashi (Square, 1998).. Foto: ReproduçãoBreath of Fire III (Capcom, 1997). . Foto: ReproduçãoCrash Team Racing (Naughty Dog/Sony, 1999). Foto: ReproduçãoChrono Cross (Square, 1999). . Foto: ReproduçãoAbe's Oddysee (Oddworld Inhabitants/GT Interactive, 1997). . Foto: ReproduçãoDino Crisis 2 (Capcom, 2000).. Foto: ReproduçãoDriver (Reflections Interactive/Infogrames, 1999).. Foto: ReproduçãoFear Effect (Kronos Digital/Eidos, 2000). . Foto: ReproduçãoFinal Fantasy Tactics (Square, 1997).. Foto: ReproduçãoGalerians (Polygon Magic/ASCII, 1999). Foto: ReproduçãoGrandia (Game Arts/ESP, 1999). Foto: ReproduçãoLegacy of Kain: Soul Reaver (Crystal Dynamics/Eidos, 1999). Foto: ReproduçãoKlonoa: Door to Phantomile (Namco/Sony, 1997).. Foto: ReproduçãoCrash Bandicoot: Warped (Naughty Dog/Sony, 1998). Foto: ReproduçãoSuikoden II (Konami, 1998),. Foto: ReproduçãoStar Ocean: The Second Story (tri-Ace/Enix, 1999). Foto: ReproduçãoPaRappa the Rapper (NanaOn-Sha/Sony, 1996).. Foto: ReproduçãoMedal of Honor (DreamWorks Interactive/Electronic Arts, 1999). . Foto: ReproduçãoParasite Eve (Square, 1998).. Foto: ReproduçãoTenchu 2: Birth of the Stealth Assassins (Acquire/Activision, 2000). Foto: ReproduçãoTime Crisis (Namco, 1997).. Foto: ReproduçãoVagrant Story (Square, 2000). Foto: ReproduçãoPandemonium! (Toys for Bob/Crystal Dynamics, 1996). Foto: ReproduçãoGran Turismo 2 (Polyphony Digital/Sony, 1999). Foto: ReproduçãoSpider-Man (Neversoft/Activision, 2000). Foto: ReproduçãoMega Man X4 (Capcom, 1997).. Foto: ReproduçãoValkyrie Profile (tri-Ace/Enix, 1999).. Foto: ReproduçãoSpyro the Dragon (Insomniac Games/Sony, 1998). Foto: ReproduçãoPS1. Foto: ReproduçãoVandal Hearts (Konami, 1996). . Foto: ReproduçãoTomba! (Whoopee Camp/Sony, 1997). Foto: ReproduçãoTony Hawk's Pro Skater (Neversoft/Activision, 1999).. Foto: ReproduçãoWild Arms (Media.Vision Entertainment/Sony, 1996).. Foto: ReproduçãoThe Legend of Dragoon (Sony Computer Entertainment, 1999).. Foto: ReproduçãoCastlevania: Symphony of the Night (Konami, 1997). . Foto: ReproduçãoSyphon Filter (Eidetic/989 Studios, 1999).. Foto: ReproduçãoThreads of Fate (Square, 1999).. Foto: ReproduçãoBust A Groove (Metro Corporation/Enix, 1998).. Foto: ReproduçãoWipEout 3 (Psygnosis/Sony, 1998).. Foto: ReproduçãoInternational Superstar Soccer 98 (Winning Eleven 3 Final Ver.) (Konami, 1998).. Foto: ReproduçãoPS1. Foto: ReproduçãoNeed for Speed III: Hot Pursuit (Electronic Arts, 1998). Foto: ReproduçãoFinal Fantasy VII (Square, 1997). . Foto: ReproduçãoTekken 3 (Production I.G./Namco, 1998). . Foto: ReproduçãoMetal Gear Solid (KCEJ/Konami, 1998).. Foto: ReproduçãoResident Evil 2 (Capcom, 1998). Foto: ReproduçãoPS1. Foto: Reprodução


Na série 50 Grandes Jogos relembramos os títulos que marcaram nossa infância, dos clássicos atemporais até aqueles que nem são tão bons assim, mas por alguma razão, faziam sucesso entre a garotada.

Reprodução
PlayStation

Após uma tentativa frustrada de se unir à Nintendo, a Sony decidiu fabricar seu próprio console de 32-bit. Lançado no Japão no final de 1994 e um ano depois nos EUA, o PlayStation, console de estreia da companhia japonesa se tornou rapidamente o mais popular de sua geração, tendo vendido mais de 100 milhões de unidades no mundo inteiro, desde seu lançamento.

Acompanhando o amadurecimento do público que cresceu jogando no NES, Master System, Mega Drive, Super Nintendo, o PlayStation ofereceu uma enorme variedade de jogos mais maduros e realistas para a época, como Resident Evil, Metal Gear Solid e Final Fantasy VII.

Com a fuga dos temais infantis, os jogos também tiravam proveito da capacidade de processamento do console para oferecer gráficos em 3D mais realistas, além de vídeos, graças à maior capacidade de armazenamento de dados de sua mídia, o CD, em relação aos cartuchos, que já vinham caindo em desuso devido suas limitações.

Para o processamento de imagens em 3D, seu hardware era muito muito superior ao concorrente da Sega, o Saturn, um dos motivos que fez o console da Sony disparar na geração 32-bit. Posteriormente, em 1996, o console também disputou espaço com o Nintendo 64, que também não conseguiu alcançar o enorme sucesso do PlayStation, mesmo trazendo novidades significantes ao mercado e jogos de grande sucesso.

Entre 1998 e 2006, o PlayStation era considerado o console mais vendido de todos os tempos, até ser ultrapassado pelo seu sucessor, o PlayStation 2.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas