Série sobre a Boca do Lixo da HBO terá “uma pegada mais quente que o Mad Men”

Por Gustavo Abreu , iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Rodada no Rio de Janeiro, "Magnífica 70" conta a história de censor da ditadura, interpretado por Marcos Wínter, que leva uma vida dupla como diretor de pornochanchadas

Depois do efeito retrô causado por “Mad Men” na TV americana, agora o Brasil terá seu próprio representante, ao lado de “Pan Am”, “The Playboy Club” e “Masters of Sex”, no hall de séries que exploram esta época pós-revolução sexual, com o empoderamento das mulheres, muito sexo, cigarros e bebidas em evidência.

LEIA MAIS - Bárbara Sweet: “Está na hora discutir o papel da mulher no hip hop”
MC Guimê: “Mesmo que a classe A não respeite, eles vão ter que engolir”

Trata-se de “Magnífica 70”, da HBO Brasil, sobre o universo da Boca do Lixo, importante pólo de produção do cinema nacional, um dia considerado “a Hollywood brasileira”. Rodada no Rio de Janeiro, a série terá 13 episódios de 50 minutos cada e estreia em maio.

Divulgação / MTV
"Magnífica 70" conta a história de um censor da ditadura que vira diretor de pornochanchada

Com direção geral de Claudio Torres (“O Homem do Futuro”), da Conspiração Filmes, a atração tem Marcos Wínter no papel de Vicente, um agente da ditadura militar que acaba indo trabalhar na Boca, onde eram produzidas pornochanchadas.

“Ele não diz na censura que é diretor, e não diz na Boca do Lixo que é censor”, explicou Torres durante uma visita ao set da qual o iG participou.

Simone Spoladore vive a atriz Dora, uma musa da pornochanchada
Divulgação / MTV
Simone Spoladore vive a atriz Dora, uma musa da pornochanchada

De acordo com Renato Fagundes, um dos roteiristas da trama e diretor de desenvolvimento da Conspiração Filmes, “Magnífica 70” é um drama com estrutura de tragédia, mas com um “humor nervoso, tenso”, como tinham as pornochanchadas. E apesar de absorver um pouco da linguagem das séries americanas, a brasileira “tem uma pegada mais quente que o Mad Men”, disse o escritor. Torres ainda acrescentou: “Tem muito de Nelson Rodrigues também.”

Além de Wínter, o elenco tem Maria Luisa Mendonça como mulher do protagonista, uma mulher tradicional que se liberta da vida a qual foi imposta (“ela começa como uma dona de casa dos anos 60, e termina uma mulher livre dos anos 70”, segundo o diretor); a ex-Rede Record Simone Spoladore como uma musa da pornochanchada (“ela não é um simbolo sexual, ela representa a importância da mulher nessa época”); e Adriano Garib, de “Salve Jorge”, como o dono da produtora Magnífica.

O segredo da trama parece estar nas viradas dos personagens, que não são exatamente quem eles demonstram ser. “Cada um está interpretando um papel que criou para si mesmo para fugir de alguma coisa do passado, ou para construir um futuro diferente.” Além de Vicente, que leva uma vida dupla, Dora também vai revelar ter uma outra identidade, assim como Manolo, personagem de Garib.

Declaração de amor ao cinema

Para Spoladore, intérprete da estrela da pornochanchada Dora, “Magnífica 70” “é uma declaração de amor ao cinema”, mas não necessariamente feita apenas para os cinéfilos. “A vida deles é transformada pelos filmes. Eles entram nesse universo, e vão descobrindo um sentido para a vida através do cinema.”

Magnífica 70. Foto: Divulgação / MTVMagnífica 70. Foto: Divulgação / MTVMagnífica 70. Foto: Divulgação / MTVMagnífica 70. Foto: Divulgação / MTVMagnífica 70. Foto: Divulgação / MTVMagnífica 70. Foto: Divulgação / MTVMagnífica 70. Foto: Divulgação / MTV

A argumento da trama inclusive surgiu de um roteiro de Toni Marques originalmente escrito para o cinema. “Foi o maior momento do cinema brasileiro. Fazia-se muito cinema e ia-se muito ao cinema”, lembrou Fagundes.

Maria Angela de Jesus, diretora de produções originais da HBO, aponta que a premissa do censor que vira diretor, bem como o universo da Boca do Lixo contribuiu para a escolha do projeto. “É um momento muito rico, e a produção cinematográfica da Boca, em meio ao que estava acontecendo no Brasil, é fascinante.”

Siga as redes sociais do ON:

Curta a página do ON no Facebook

Acompanhe o ON no Google+

Siga o ON no Twitter

Leia tudo sobre: magnífica 70hboséries

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas