Incansável, Jessica Chastain é uma das atrizes mais prolíficas de Hollywood

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Atriz de "O Ano Mais Violento" teve dezoito filmes lançados em quatro anos; saiba mais sobre sua trajetória

Dezoito filmes em quatro anos. A impressionante marca é de Jessica Chastain, 38 anos, uma das atrizes mais prolíficas e um dos principais novos talentos de Hollywood. Desde que chamou a atenção em "A Árvore da Vida" e "Histórias Cruzadas", a americana não parou de trabalhar, e nesta semana volta aos cinemas brasileiros com "O Ano Mais Violento".

Jessica Chastain posa para fotos em evento em Londres (30/05/2015). Foto: Joel Ryan/Invision/APJessica Chastain em 'Crimson Peak', previsto para ser lançado em 2015. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'O Ano Mais Violento' (2014). Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Interestelar' (2014). Foto: DivulgaçãoJessica Chastain em cena de 'Miss Julie' (2014). Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Dois Lados do Amor' (2014) . Foto: DivulgaçãoJessica Chastain em cena de 'Salomé' (2013). Foto: DivulgaçãoJessica Chastain em 'Mama' (2013). Foto: DivulgaçãoJessica Chastain. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'The Color of Time' (2012). Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Os Infratores' (2012). Foto: DivulgaçãoJessica Chastain gravando sua voz para 'Madagascar 3: Os Procurados' (2012). Foto: DivulgaçãoJessica Chastain no filme 'Em Busca de Um Assassino' (2011). Foto: DivulgaçãoJessica Chastain no documentário 'Wilde Salomé' (2011). Foto: DivulgaçãoJessica Chastain em 'Histórias Cruzadas' (2011). Foto: DivulgaçãoJessica Chastain em 'A Árvore da Vida' (2011). Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Coriolano' (2011). Foto: DivulgaçãoJessica Chastain em 'O Abrigo' (2011). Foto: DivulgaçãoJessica Chastain no filme 'A Grande Mentira' (2010). Foto: DivulgaçãoJessica Chastain estreou no cinema com 'Jolene' (2008). Foto: Divulgação

Nascida em Sacramento, na Califórnia, Chastain é filha de uma chef e de um músico. A avó materna é uma de suas principais influências, e teve papel importante em sua decisão de ser atriz: foi ela quem levou Jessica a uma peça quando ela tinha sete anos.

O interesse só cresceu e, anos depois, ela conseguiu uma bolsa de estudos para estudar teatro na prestigiada Juilliard School, em Nova York. Apesar da formação de peso, quando chegou a Los Angeles, no início dos anos 2000, a atriz conseguiu apenas papéis de pouco destaque em séries de televisão como "E.R.", "Veronica Mars" e "Law and Order".

Al Pacino e Jessica Chastain na festa de estreia de 'Salomé' (27/04/2006)
Barry King © WireImage.com
Al Pacino e Jessica Chastain na festa de estreia de 'Salomé' (27/04/2006)

A história começou a mudar quando Chastain foi escalada para uma montagem de "Salomé" que tinha Al Pacino no elenco.

Sucesso de público e crítica, a peça depois se tornaria um documentário, "Wilde Salomé", dirigido pelo ator, que disse ter encontrado sua inspiração na colega.

"Assim que a conheci e a vi, pensei: 'Essa é a pessoa certa para interpretar Salomé e preciso conseguir que ela faça isso antes que o mundo a descubra - o que aconteceu - e a transforme na próxima estrela'", contou Pacino, que se tornou uma espécie de "padrinho" profissional de Chastain.

Com o sucesso da peça, em 2008 a atriz conseguiu seu primeiro papel no cinema, em "Jolene", de Dan Ireland, inspirado na canção de mesmo título da cantora Dolly Parton. Outras produções de pouco destaque se seguiram até 2011, o ano em que Chastain impressionou Hollywood com sua disposição e versatilidade.

Além de "Wilde Salomé", ela também apareceu nos longas "O Abrigo", "Coriolano", "Em Busca de Um Assassinato", no cult "A Árvore da Vida", de Terrence Malick, e no premiado "Histórias Cruzadas", que lhe rendeu uma indicação ao Oscar de atriz coadjuvante.

Jessica Chastain em
Divulgação
Jessica Chastain em "A Hora Mais Escura"

Em 2012, emprestou sua voz para um dos personagens de "Madagascar 3 - Os Procurados" e atuou nos longas "Os Infratores" e "The Color of Time". No fim do ano, arrancou elogios dos críticos em seu papel mais importante, em "A Hora Mais Escura".

Maya é uma agente na CIA (agência de inteligência norte-americana) que se dedica a encontrar e capturar o líder terrorista Osama Bin Laden.

Jessica Chastain no Empire Film Awards, em Londres (29/03/2015)
Joel Ryan/Invision/AP
Jessica Chastain no Empire Film Awards, em Londres (29/03/2015)

As polêmicas que envolveram o filme, que foi acusado de fazer apologia à tortura, não impediram que Chastain recebesse uma indicação ao Oscar de melhor atriz.

E ela não sossegou com o sucesso. Em 2013, estrelou o terror "Mama", que foi sucesso de bilheteria nos EUA; "Salomé", novo longa de Pacino sobre a peça na qual atuaram juntos; e as versões "ele" e "ela" do longa "The Disappearance of Eleanor Rigby".

No ano seguinte, ela filmou a terceira parte do projeto "Eleanor Rigby", o episódio "Them", que no Brasil recebeu o título de "Dois Lados do Amor".

Chastain ainda estrelou "Miss Julie", "Interestelar" e "O Ano Mais Violento".

Seis novos projetos estão em andamento, e dois deles estreiam em 2015: "Crimson Peak", terror do diretor Guillermo Del Toro, e "The Martian", ficção científica de Ridley Scott.

Os demais trabalhos saem em 2016: o drama "The Zookeeper's Wife'; a cinebiografia "Blonde", no qual interpretará Marilyn Monroe; a aventura "O Caçador"; e "The Death and Life of John F. Donovan", do celebrado diretor Xavier Dolan.

Siga as redes sociais do ON:

Curta a página do ON no Facebook

Acompanhe o ON no Google+

Siga o ON no Twitter

Leia tudo sobre: jessica chastaincinemao ano mais violento

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas