Morre o poeta português Herberto Helder

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Autor tinha 84 anos e era considerado um dos principais nomes da poesia do país na segunda metade do século 20

O autor português Herberto Helder
Divulgação
O autor português Herberto Helder

O escritor Herberto Helder, considerado um dos principais poetas portugueses da segunda metade do século 20, morreu nesta segunda-feira (23), aos 84 anos. As informações são do jornal "Público".

De acordo com a publicação, Helder morreu em sua casa em Cascais. A causa da morte não foi divulgada e o enterro será na quarta-feira (25), em cerimônia reservada à família.

Nascido em 23 de novembro de 1930 em Funchal, na Ilha da Madeira, Helder se mudou para Lisboa em 1946 para completar os estudos secundários. Cursou Direito e Filologia em Coimbra, mas não concluiu nenhum dos dois cursos.

De volta à Lisboa, em 1958 publicou o primeiro livro, "O Amor em Visita". Outras obras incluem "O Corpo O Luxo A Obra", "Os Passos em Volta" e "Ou o Poema Contínuo", os três publicados no Brasil. Em junho de 2014, Helder lançou em Portugal o que seria seu último livro, "A Morte Sem Mestre". 

Ao "Público", a escritora Maria Velho da Costa chamou Helder de "o maior poeta português depois de Luís de Camões". O secretário de Estado da Cultura de Portugal, Jorge Barreto Xavier, disse, em comunicado: "Poucos foram os que durante os últimos cem anos tanto fizeram pela construção da língua portuguesa e tão influentes foram na organização da linguagem poética contemporânea."

Siga as redes sociais do ON:

Curta a página do ON no Facebook

Acompanhe o ON no Google+

Siga o ON no Twitter

Leia tudo sobre: herberto helderliteraturapoesia

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas